jusbrasil.com.br
3 de Abril de 2020

5 mitos sobre compras pela internet

Schumacker Andrade, Advogado
Publicado por Schumacker Andrade
há 4 anos

5 mitos sobre compras pela internet

Comprar na internet é algo que está se tornando cada vez mais comum nos últimos anos. Se antes havia pouco movimento no comércio digital, hoje se pode comprar praticamente tudo. Mas, mesmo com toda a variedade oferecida pela internet, muitas pessoas ainda têm receio de fazer compras online, acreditando ainda em alguns mitos.

Vamos ver quais são os principais desses mitos que ainda deixam muita gente de fora das compras online:

1. Compras na internet só podem ser feitas com cartão de crédito

O cartão de crédito ainda é a principal maneira de fazer compras pela internet, mas a opção de boleto bancário é obrigatória, devendo estar sempre disponível. Existe também outra opção, o débito online, em que o consumidor é direcionado automaticamente para o site do banco, podendo fazer a transferência.

2. Não é seguro fazer compras pela internet

Fazer compras pela internet está se tornando cada dia mais seguro, embora ainda seja necessário tomar alguns cuidados. Antes de formalizar a compra, o consumidor deve verificar as referências de outros consumidores, saber se o site é confiável, procurar pelo endereço e pelo CNPJ da empresa e prestar atenção se a empresa oferece um canal de atendimento competente. Com esses cuidados, as compras pela internet se tornam uma comodidade, com toda a confiança.

3. As cidades maiores têm preferência

As lojas virtuais têm incentivado cada vez mais as compras de consumidores de cidades pequenas. Vender para quem não mora em grandes centros urbanos é uma estratégia para aumentar o volume de vendas, uma vez que esses consumidores não têm acesso a muitos produtos, já que não existem tantas lojas físicas onde moram.

4. Comprar roupas e calçados pela internet é problema

Claro que não é possível experimentar calçados e roupas antes das compras pela internet, mas, mesmo assim, é possível acertar na compra, desde que se preste atenção em alguns detalhes, como tabelas para impressão das medidas dos pés nos sites de calçados e as medidas corretas em sites de roupas. Muitas lojas oferecem canais de atendimento para tirar dúvidas.

5. Compras na internet não são protegidas por leis

O Código de Defesa do Consumidor é aplicável tanto para compras em lojas físicas quanto pela internet. Quem faz compras pela internet tem as mesmas garantias de qualquer outro consumidor. No caso de não haver um correto atendimento, o consumidor pode procurar o Procon para solucionar qualquer problema, desde que tenha os documentos em mãos.

5 mitos sobre compras pela internet


ANDRADE, SCHUMACKER - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - É proibida a reprodução, salvo pequenos trechos, mencionando-se a fonte.

A violação dos Direitos Autorais é crime previsto no Artigo184 do Código Penal e as sanções civis às violações dosDireitos Autorais estão previstas nos Artigos 101 a 110 da Lei9.610/1998.

O autor é seu professor; respeite-o: não faça cópia ilegal.

6 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito boa abordagem do tema. É importante que o leigo saiba onde comprar e como pagar. continuar lendo

Olá Jorge, obrigado por suas contribuições! Continue de olho em meus artigos! :) continuar lendo

Muito bom!
Eu faço uma ressalva importante: mesmo que a empresa ou a página tenha boa reputação, sempre se certifique da política de resolução de problemas. Eu uma vez recebi um produto em estado muito inferior ao anunciado, e pude devolvê-lo e ser ressarcido sem dores de cabeça, pois a página usa um serviço de pagamento em que o vendedor não recebe sem a aprovação pelo comprador. Por outro lado, uma loja muito bem conceituada uma vez aplicou um golpe em centenas de compradores - vendeu, recebeu e cancelou o pedido por motivo qualquer. Só consegui receber de volta com ação no Procon. continuar lendo

Olá Emerson Prado, obrigado por suas contribuições! Continue de olho em meus artigos! :) continuar lendo

Uma outra dica:

Preste atenção em importadoras que se passam por lojas. Se os preços estiverem muito abaixo do comumente praticado no mercado, procure pelo link "política de entregas" que a maioria destes sites de importadoras que se passam por loja tem. Se ler qualquer coisa sobre o produto "poder vir do exterior", pule fora!
Motivos para pular fora:

1 - Você não está comprando de uma LOJA diretamente, você, na verdade, está contratando um importador para comprar o produto em uma loja fora do país e lhe enviar. Isso pode alterar os direitos que você teria como consumidor, como troca ou ressarcimento de valores pagos, uma vez que está fazendo uma importação.

2 - Você muito provavelmente pagará muito mais pelo produto, pelo simples fato que provavelmente seu produto será taxado em imposto de importação, icms e etc, quase dobrando o valor original!

3 - Você provavelmente terá que esperar de 30 - 90 dias para receber o seu produto. E se tiver qualquer problema e precisar de uma troca, bota ai mais 60 - 180 dias!

Deixo este aviso não para os que já normalmente fazem importações (assim como eu, que importo diretamente, sem terceiros), mas sim pelo fato de estarem surgindo muitos sites que tem toda aparência de loja, se designam loja na nomenclatura, te fazem pensar que é uma loja, mas quando você vai ver, é uma facilitadora de importação se passando por loja para atrair clientes, e isso leva muita gente a erro.
Se for importar, prefira você mesmo acessar lojas internacionais conhecidas, você mesmo comprar diretamente, negociar frete e forma de entrega (muitos disponibilizam inclusive entrega expressa via courrier, que pode sair mais caro, mas garante seu produto entregue em no máximo 1 semana), do que confiar em terceiros que se passam por lojas. E em casos de importação, sempre de preferencia para métodos de pagamento secundários, como paypal ou xsolla, visto que, se houver qualquer problema, você pode acionar o intermediário para mediar o conflito e até bloquear o pgto! continuar lendo

Olá Daniel obrigado por suas contribuições! Continue de olho em meus artigos! :) continuar lendo